Os arautos do STJ

14.12.18

Os Arautos do Evangelho, grupo católico brasileiro investigado pelo Vaticano por práticas indevidas de exorcismo, foi convidado pela cúpula do Superior Tribunal de Justiça para rezar a missa de fim de ano da corte, na última segunda-feira. Vários ministros participaram da celebração, que contou ainda com Ricardo Lewandowski, do STF, como convidado especial. Dissidência da Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade, a TFP, os Arautos do Evangelho têm interesses no tribunal. Atualmente, há quatro ações do grupo em curso por lá. Em 2012, eles obtiveram uma decisão favorável do STJ em processo decorrente justamente do racha com a TFP. Um dos líderes dos Arautos em Brasília, o monsenhor Antônio Guerra, é bastante próximo de ministros do tribunal.

DivulgaçãoDivulgaçãoA sede do STJ, em Brasília: ministros têm laços estreitos com grupo católico

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Nem o evangelho salva esses caras do stj/stf. Esses sim vao acabar enterrando a democracia fazendo com q nao se acredite na “justiça “, alem de terem sequestrado financeiramente o pais, sem qqer contrapartida condizente

  2. Esse pessoal é da Idade Média mesmo... Quase dá desânimo. Mas aí que vejo como temos que combater firmemente essa turma de mentecaptos do mal.

    1. Os templários foram ótimos, mas perseguidos e expulsos da França por uma ação cafajeste do rei Felipe, o Belo. Se quiser entender os templários, pode começar lendo "Os Templários ", de Regine Pernoud. Eram monges guerreiros, nada a ver com maçonaria e iluminatis, aos quais costumam ser associados. Pura calúnia.

  3. Também não vou renovar a assinatura!!! A “Cruz ou é” também não lê os comentários! Cansei de reclamar sobre como é difícil ler as matérias no iphone, qualquer dedo na tela e ela pula para os comentários. Conclusão: se a redação lesse os comentários talvez houvesse mais qualidade....

  4. Vem cá, e o tal de Estado laico? Se o Estado, que engloba os três poderes é laico, então os três poderes do Estado, por via de consequência, também o são. Chama as demais religiões também, ou nenhuma, isso sim é ser laico.

    1. Os adeptos de outras religiões que promovam suas manifestações... (E promovem...). O Natal é essencialmente cristão. Ou melhor dizendo, católico. Cada qual com suas comemorações...

    2. O Estado brasileiro é laico, mas não ateu. Num Estado laico deve ser garantido o direito de manifestação religiosa, da maioria (no caso do Brasil, católica) e das minorias: outras religiões cristãs e nāo cristãs. Não somos um país com constituição atéia, onde é proibida a manifestação religiosa. Países assim são Cuba, Rússia, China (embora disfarcem tolerância). O Natal é uma das festas mais importantes da religião católica. Impedir a comemoração do Natal seria abrir a perseguição religiosa.

  5. Em tempo: é lamentável toda esta situação por que passa a Igreja Católica Apostólica Romana. Mas quem é católico confia na Providência Divina. Essa gente que provoca escândalos, deturpa a doutrina da Igreja e não observa a moral católica vão prestar contas ao Deus que eles desprezam! Tudo ao seu tempo.

  6. Continuando e encerrando... Quem redigiu a notícia devia se informar melhor, e não ficar naquela mesmice da imprensa de esquerda quando noticia algo sobre os Arautos do Evangelho, ou mesmo sobre a TFP, fundada pelo líder católico Plínio Corrêa de Oliveira. E espero não ser alvo de patrulha ideológica.

  7. Esta notícia está redigida de forma tendenciosa e mesmo caluniosa. Os Arautos do Evangelho não estão sendo investigados pelo Vaticano que, aliás, está chafurdado em escândalos morais e financeiros (denunciados inclusive por um ex-núncio nos EEUU). Portanto, está mais para ser investigado do que para investigar. Depois, os Arautos estão desenvolvendo estas atividades de Missas e apresentações de alguns de seus corais natalinos em todo o Brasil. É só conferir no site e blogs da congregação.

    1. Se vc. "desconhecia", e continua desconhecendo, como pode fazer esta afirmação? Vá em busca de informação antes de fazer comentários. A internet está aí para facilitar. Os Arautos do Evangelho têm sites em vários idiomas e inúmeros blogs. Informe-se e apareça...

    1. Exatamente isto. Bom seu comentário. É que quem redigiu parece que não estava preocupado em informar, mas sim em fazer uma menção caluniosa a esta prestigiosa congregação autenticamente católica.

    1. Acredito que se exorcizar o supremo, a maioria daqueles "senhores" togados vão ficar desnorteados. Alguns vão para o "mundo da lua". Para dizer o mínimo... Devem ser muito poucos os que têm alguma idoneidade por lá. O recente caso do Cesare Batistti que nos confirme.

  8. Estes Ministros do STJ! Atuais são na sua maioria ladrões, parciais e embusteirosO povo não confia neles! É isto é uma coisa essencial que aconteça , pois é um dos tripés do nosso Brasil e ais que o Senado tem medo deles! Isto nâo deveria acontecer! Porque ele também não podem ser eleitos pelo povo para cumprir uma fução or certo tempo! [email protected] faves e se neste cumpridssem o contrato como desejarmos, poderîamos reele gelos por Mai

    1. Nara uma pena que você esteja desinformada. A TFP era o que sempre foi patrocinada pelo Adolfo Lindemberg da Construtora que faliu. Quanto ao PC e a esquerda da época participei sim como ex- udenista, pois ela não existe mais. Jamais fui de esquerda mas radicalismos não. Lutei muito à época no Largo São Francisco democraticamente e não da forma radical com que este grupo nasceu e não sei como se discute esta bobagem nos dias atuais. Não gosto de radicais pois sou um liberal.

    2. Antonio, não declinou mais nomes, só do Serra, mas mostrou quem é. Agora, dizer que conhece a TFP e afirmar que em 1963 seus membros se preparavam para a guerrilha? Pura mentira, ou melhor, calúnia. Repito: vá se informar melhor e ler alguns livros publicados pela entidade, artigos de Dr. Plínio na Folha de S. Paulo, que sempre foi jornal da esquerda - como vc, certamente - mas publicava os artigos pelo prestígio daquele líder católico. Invente outras mentiras. Essas são velhas e desgastadas.

    3. Conheço muito bem a TFP e jamais a respeitei. Em 1963 eles eram um grupo que se preparava para guerrilha, e eu um estudante de Direito do Largo São Francisco e disputava eleições contra a esquerda e fui presidente de Partido. Candidato na UNE contra Serra. Não quero escrever mais e dar nomes. Mas radicais como eram lutavam pelo Príncipe. Vamos ficar por aqui. Creio que o momento exige um pouco de paciência e não de radicalismos bobos. Iluminati, TFP etc. Quem tem de se informar um pouco é você.

    4. Antonio... O seu comentário é prá lá de confuso. Parece até que vc é um "iluminati obscuratis". Desculpe, inventei a expressão... Prá quem conhece um pouco a TFP e os Arautos do Evangelho, só rindo... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    5. A TFP antiga era prestigiada pela ex- família real no Brasil. Com seus estandartes. Tinha coisas boas e ruins. Mas como orietação política eé discutível saiu outro grupo destes arautos do evangelho, que podem ser mais radicais ainda. Hoje falam em iluminati, e outros grupos dentro da igreja católica, que pelos seus desmandos sofre as consequências dos atos praticados, como jornais americanos como o Boston Globe começou, e expôs na ocasião, daí até hoje o Papa se complica para punir Cardeais,.

Mais notícias
Assine agora
TOPO