Lula: tema da corrupção não deve ser mortífero

O elogio da bandidagem

Ao admitir que agiu para libertar os sequestradores do empresário Abilio Diniz, Lula lembra como o PT sempre esteve disposto a perdoar autores de crimes hediondos, desde que seguissem sua cartilha ideológica
24.06.22

Com a língua solta em sua sexta campanha para o Palácio do Planalto, Lula tem revelado segredos que o seu partido preferiria esconder. Em um discurso na sexta, 17, ele admitiu que procurou o então presidente Fernando Henrique Cardoso e o ministro da Justiça Renan Calheiros para solicitar, em 1998, a libertação dos sequestradores do empresário Abilio Diniz. Naquele ano, os criminosos — cinco chilenos, dois canadenses, dois argentinos e um brasileiro — já estavam presos havia dez anos pelo crime, cujo objetivo era levantar 30 milhões de reais para financiar o grupo terrorista Movimento Esquerda Revolucionária, o MIR do Chile.

A louvação dos sequestradores é mais um sintoma da inclinação petista para romantizar e desculpar atos contrários à lei, contanto que seus protagonistas sigam sua cartilha de esquerda. Desde que, ainda em 1989, o delegado Romeu Tuma e o secretário de Segurança Pública, Luis Antônio Fleury Filho, afirmaram que havia material de propaganda do PT, como bandeiras, camisetas e bandeiras, com os sequestradores, o partido negou qualquer vínculo com o MIR do Chile. Havia ainda o temor de que o crime pudesse atrapalhar Lula em na eleição presidencial, a qual acabou sendo vencida por Fernando Collor. O PT sempre procurou se desvencilhar publicamente do MIR, mas em privado seguiu próximo ao grupo. O MIR participou, por exemplo, de diversas reuniões do Foro de São Paulo, idealizado pelo PT e pela ditadura cubana para reunir movimentos de esquerda na América Latina. As atuais declarações de Lula indicam que esse comportamento não se alterou. O MIR foi mais um agraciado pela inversão moral petista, assim como as Forças Armadas Revolucionária da Colômbia e o terrorista italiano Cesare Battisti.

Nenhum dos crimes praticados por essa trupe podem ser comparados a uma brincadeira juvenil. Abilio foi cercado pelos sequestradores em dois carros, encapuzado e levado para um cativeiro no bairro do Jabaquara, zona sul de São Paulo. Foi colocado num cubículo subterrâneo de 5 metros quadrados, onde respirava o ar que entrava por dois pequenos buracos. Abilio foi solto seis dias depois, três quilos mais magro. No evento de campanha do dia 17, Lula chamou os sequestradores de “meninos”, com os quais foi papear dez anos depois do crime. “Eles estavam em greve de fome e iam entrar em greve seca, que é ficar sem comer e beber. A morte seria certa. Aí, então, eu fui procurar o ministro da Justiça, chamado Renan Calheiros”, disse Lula. “E eu fui à cadeia no dia 31 de dezembro conversar com os meninos e falar: ‘Olha, vocês vão ter de dar a palavra para mim, vocês vão ter de garantir pra mim, que vão acabar com a greve de fome agora, e vocês serão soltos. Eles respeitaram a proposta, pararam a greve de fome e foram soltos. E eu não sei onde eles estão agora.”

O italiano Cesare Battisti envolveu-se em quatro assassinatos em seu país. No primeiro, matou um policial com tiros nas costas e duas balas na cabeça. No segundo, de um joalheiro, Battisti foi o mandante. A vítima reagiu e atirou contra o próprio filho, que ficou paraplégico. Em seguida, foi atingida por uma bala na cabeça. A terceira foi um açougueiro, que caiu no chão depois de dois disparos. Battisti ainda se aproximou e deu um tiro de misericórdia. O quarto assassinado foi outro policial, à queima-roupa. Quando o terrorista, integrante do Proletários Armados Pelo Comunismo (PAC), foi encontrado pela polícia, estava em um local abarrotado de armas. Pegou treze anos de prisão. No Brasil, desde 2004, foi protegido pelo PT, que impediu sua extradição para a Itália. Quando o governo de Michel Temer ameaçou reverter seu refúgio antes disso, integrantes do PT, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, MST, e do Sindicato dos Trabalhadores da USP, Sintusp, fizeram contato com o então presidente boliviano Evo Morales, para tentar encontrar outro refúgio para o criminoso, segundo o terrorista admitiu para a Folha. Battisti acabou sendo preso na Bolívia, em 2019, e enviado para cumprir pena na Itália.

Governo da BolíviaGoverno da BolíviaBattisti: PT, MST e Sintusp em busca de refúgio para ele
As Farc, que frequentaram o Foro de São Paulo ao lado do MIR, admitiram nesta terça, 21, a culpa por mais de 21 mil sequestros, que ocorreram principalmente nos anos 1980, a mesma década em que os brasileiros viviam problema semelhante nas cidades. Seus membros também admitiram que cobraram resgates por reféns que já tinham sido mortos.

O efeito perverso dessa apologia da bandidagem é propagar os males que aterrorizam a sociedade. Na década de 80, o Brasil vivia uma epidemia de sequestros, que viravam manchetes nos jornais. Ocorreu então uma reação da sociedade, que cobrou medidas das autoridades. “Os sequestros vitimaram muitas pessoas de classe média e muitos ricos, que pressionaram por uma mudança na lei e por mais efetividade na polícia”, diz o advogado Flávio Meireles Medeiros, especialista em Direito Penal e ex-professor da PUC do Rio Grande do Sul. Uma lei de 1990 passou a considerar o crime de sequestro como hediondo, e suas penas foram esticadas. Os sequestradores de Abilio Diniz pegaram entre 26 anos e 28 anos. “O caso de Abilio e a configuração do sequestro como crime hediondo tiveram uma carga simbólica muito forte, o que levou o crime organizado a mudar sua lógica para praticar menos esse tipo de ação”, diz Alexys Lazarou, advogado de direito penal do Cascione advogados.

O depoimento de Lula, mais de três décadas depois do ápice dos sequestros, não estimulará uma nova onda desses delitos no Brasil. Hoje, os criminosos sabem muito bem o risco que correm. Também não há grupelhos armados de esquerda atacando desafetos ou roubando bancos. Mas o comportamento de elogiar os bandidos, nunca remediado, pode incentivar outras ações criminosas, que são contemporâneas e também se apresentam com uma roupagem ideológica.

ReproduçãoReproduçãoGustavo Petro: liberdade para a Primeira Linha
Umas das maiores preocupações dos governos atualmente é com os protestos violentos, que podem paralisar países inteiros, a exemplo do que ocorreu com os Black Blocs no Brasil em 2013, com o Chile em 2019, com a Colômbia no ano passado e com o Equador atualmente. Na crise equatoriana, que teve início em 13 de junho, quatro pessoas já morreram.

Na Colômbia, no ano passado, um grupo de manifestantes criou o grupo Primeira Linha. Armados com escudos, facas e coquetéis-molotov, eles se colocavam na linha de frente dos protestos para enfrentar os policiais. Dezenas de seus membros ainda estão sendo identificados. Dezoito foram detidos há duas semanas. Um desses integrantes, Sergio Andrés Pastor González, foi acusado de vandalismo, tortura e agressões contra as forças de segurança. Segundo os promotores, ele e outros acusados cercaram dois pedestres, dizendo que eram policiais. Eles tiveram seus bens roubados, foram golpeados e feridos com facas. Os criminosos os amarraram a uma árvore, atearam gasolina e ameaçaram botar fogo.

Dois dias depois de Lula afirmar que agiu para soltar os “meninos” que sequestraram Abilio Diniz, o presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, solicitou a libertação da “juventude” colombiana: “Somos a resistência da rebelião colombiana, das rebeliões contra a injustiça, contra um mundo que não deveria ser. Quantos jovens algemados, quantos jovens tratados como bandidos só porque tinham esperança, só porque tinham amor. Quero pedir ao procurador-geral que liberte a juventude. Libertem os jovens“. Os apoiadores de Petro se animaram e começaram a gritar: “Liberdade!”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Lembro a FHC, meu pai também foi agricultor do sertão do Ceará. Para "subir na vida", carregou saco de farinha nas costas por 6km p levar p feira semanal em troca de arroz, carne, bananas. Trazia rapadura e vendia aos sertanejos em 4 pedaços.Ate a aposentadoria rural, implantada pelo governo militar, todos passavam muita fome no Ceará, no Nordeste, com o acréscimo das secas

  2. O Brasil se tornou um campeonato de absurdos: Lula e Bolsonaro falando e confessando crimes a todo momento e os brasileiros anestesiados nada fazem, e pior, ainda os vão eleger novamente. Triste país em que o crime compensa.

    1. E o pior é que não temos mais a quem recorrer a bandidagem comanda os Três Poderes, a esperança está se esvaindo o futuro é incerto pela 1a vez vou voltar em branco

    2. Confesso que não consigo ver nenhum dos dois subindo a rampa do Planalto. Acho que ainda tenho esperanças numa surpresa. Quem? qualquer um que não seja Bozo ou Molusco

  3. Infelizmente o artigo não mencionou o comportamento de Lula, muito bem lembrado pelo editorial do Estado de S. Paulo de 21.6.22, de que os infelizes prisioneiros que faziam greve de fome contra as prisões arbitrárias do regime cubano, foram por ele tratados com frieza e cinismo. Sequestradores crueis são de esquerda e "meninos"; lutando contra ditadura cruel e comunista merecem cadeia.

    1. Muito bem lembrado . Dois pesos e duas medidas que variam conforme o interesse.

  4. os bandidos estão sem dinheiro, pois, Bolsonaro trancou o cofre e ninguém mais rouba. A única chance que eles tem é se ele não reeleger e isso não vai acontecer então acabou para essa turma de ladrão a fonte secou de vez.

    1. os ladrões não estão agindo nas emendas secretas, nas rachadinhas no MEC, na compra de vacinas e muitos da era PT em estão agora com o Boso e provavelmente estarão com o próximo PR. Talvez o Moro quebrasse está corrente mas o sistema vai eliminando os honestos

  5. Liberdade aos criminosos. Lá como cá. TAMUFÚ! Obrigado, Bolsonaro. Traiu todas as promessas de campanha para salvar Flávio Wonka rachadinha. Olha no que deu.

  6. Excelente trabalho, Duda Teixeira! Obrigada por ele. É um imenso prazer observar a riqueza de dados, a profusão dos detalhes e a maneira como são concatenados!

  7. A cabeça de Lula está cheia dessa quinquilharia revolucionária pertencente ao século passado. Só mesmo num país com 60% de analfabetos funcionais ou não, um Lula - ele próprio um semi-analfabeto - se vende como estadista.

  8. Por falar em crimes hediondos dos ptralha-ladralhas, e sobre os assassinos diretos e o mandante-candidato do ASSASSINATO DO CELSO DANIEL E DOS 17 QUE FORAM ASSASSINADOS AO REDOR DELE, hein????!!!! Como é que andam """as investigações""", se é que algum dia as houve efetivamente, né mesmo????!!!! E sobre as ligações ptralha-ladralhas com as farc e com o tráfico  de drogas, hein????!!!! Essa subespécie evoca taaannntas lembranças..... né ??????

  9. Eu não entendo messsssmo a população querer empoderar um bandido novamente na Presidência da República depois de um mensalão, petrolão e ter feito obras gratuitas mundo afora com o nosso dinheiro e se eles comeram picanha durante o tempo em que o molusco foi presidente é porque FHC entregou um país redondinho pra ele e em época de fartura de dinheiro no mundo. Agora, a situação é oposta e se o ladrão for eleito de novo, os que comiam picanha antes vão ter que sorrir se conseguir comer osso!

    1. É fácil entender. Foi colocado na presidência um estropício inacreditavelmente inepto, preguiçoso e antipático que, ao invés de governar, fez questão de tornar o bandido seu antípoda e de minar qualquer possível alternativa. Paciência tem limite.

    2. Cesar. Quem disse que esse nosso povo se importa com corrupção? Se importa sim, com auxílio de 400, e daqui a pouco 600, de novo_mesmo estando empregado. Na "cabeça" deles é assim: "sempre se roubou, se rouba e vai continuar se roubando sempre. Então, deixa Lula roubar de novo. Pra nós, dá no mesmo, mas pelo menos o crediário volta, né?" O que esperar de maus eleitores? Bons políticos? Jamais. É como fazer um prato de filme com carne de jumento. Pode até ter boa aparência e enganar, mas...

  10. Duda, mais uma excelente reportagem! O povo brasileiro, o povo latino precisam de uma boa escolaridade, ensino de verdade ; leis mais duras, muita coisa é preciso! Parabéns!

  11. Procure ,na história do séc. passado, identificar qdo a bandidagem comum do Brasil deixou de temer a polícia, aprendeu técnicas de guerrilha, para assaltar, sequestrar, invadir bancos e agir à luz do dia e em qquer lugar a qquer hora - encontrará uma coincidência nada casual. Presos políticos conviveram com presos comuns. Guerrilhas urbanas mostraram ao pé de chinelo q ele tinha mto mais poder q os órgãos de repressão. Deu no q deu! A corja continua a proteger bandido e estimular o crime.

  12. Votar em Lula é, depois de ser roubado, convidar o ladrão para tomar conta da sua casa. Votar em Bolsonaro é apoiar o acórdão que desmontou os mecanismos de combate à corrupção. Simone é o único voto possível.

    1. Pode ser. Mas, de todos, Ciro Gomes é o mais preparado. Votarei nesse destemperado.

  13. Duda, obrigada por lembrar, c tanta mestria, partes da história do PT (feia e irracional...). Mas, quando assisti essa "confissão do Lula, o q me chamou mesmo a atenção foi i papel(ão) do FHC! Se me lembro, Lula falou c Renan Calheiros (até hj o povo mantém esse tormento🤦) q o mandou conversar c o FHC; tiveram esse diálogo biruta e os bandidos foram soltos! Fernando Henrique é um petista enrustido? A autorização dele p soltar o bando só por um pedido do Lula é p colocar na estante dos absurdos!

    1. FHC, com essa pose de liberal conservador com um pé no populosmo, adora a bajulação e o luloptismo Arrebentou a já pobre estrutura politico partidária com a compra de votos para a emenda da reeleição, impondo-se presidente. Não fez nenhum esforço para derrotar o luloptismo. Seu melancólico segundo mandato até ajudou esse seu desejo. E com a morte de Mário Covas, junto com o Aecio, arrebentou o psdb.

    2. ... nenhuma surpresa, enquanto o PT protege oa "meninos" sequestradores e assaltantes, do outro lado protegem os "meninos" milicianos!

    3. Todo o Brasil, seja bolsonarista seja petista, sabe o quão Lula é simpático às causas nada nobres desses bandidos e terroristas, culminando com a não extradição, à época, do famigerado Cesário Battisti! A conferir!

  14. agora chegou a vez das mulheres Simone presidente. primeira mulher presidente do Brasil. chegou a hora do Fernando Henrique dar uma demonstração de grandeza não permitir que destruao o PSDB e apoe a Simone Tebet e indique o.doria ou Tasso como vice da Simone

  15. O que esperar do luloptismo, obscuramente, envolvido como suspeito em mortes de prefeitos militantes em passado recente. Fazer lobi para soltar bandidos é uma vocação; diria: um jeito de ser.

    1. Votar nulo é votar no Luladrão. Simone é a alternativa.

    2. Idem, caro José. Cheguei a isto depois de muito teimar em prol da esperança. Dizem que ela é a última esperança; pois morreu. A doença do brasil e’, sem dúvida para mim, o seu povo. Induzido ao fisiologismo centrista desde de criancinha.

  16. Inversão de valores é a cara do PT e companheirada. As leis contra sequestro e crimes hediondos são mais duras hoje, mas a mentalidade de Lula permanece a mesma.

  17. Circula por aí mas deve ser o tal de feiquinius onde os senadores Greta da Selva e Caramuru entram com um PL reimplantando a monarquia e elegendo Lula o monarca vitalício tendo como sucessor o Lulinha ex limpador de bosta de zoológico hoje miliardário que acertou na mega sena 143 vezes e indo ao Vaticano com requerimento assinado unanimemente pelo Congresso Nacional, OAB, CNBB e STF para a canonização do nosso Luiz IX .. o dedo perdido é milagroso basta enfiar com fé e o cabra tá curado de tudo.

  18. Lugar do lula é na cadeia. Lula já nasceu ladrão e vai morrer ladrão. É um degenerado filho da puta. 🤮🤮🤮💩💩💩

  19. Esse é o novo normal. Diga que você luta pela ideologia da esquerda e tudo lhe será perdoado, depredações, ocupações,sequestros e assassinatos são menos danosos à sociedade do que as manifestações dos que clamam por ordem feitas pelos “perigosíssimos” “jovens “ da Direita. Em pleno 2022 não dá pra acreditar que tudo se resume nisso. É um retrocesso bárbaro. É a apologia do crime discricionário. Acordem!! NULO É LULA.

    1. Ñ fala ñ. É mentiroso, é hipócrita, é cínico, em matéria de falta de caráter ele é nota mil.

  20. Nada mudou no Lulopetismo. Só lhe interessa o poder. Flertar com a bandidagem, especialmente, com o “ativismo ideológico” sem escrúpulos é facilmente digerido pelos “companheiros”.

    1. Por outro lado, teu mito é fascinado por milicianos. Estamos f......

  21. Lembrar e bom pra não esquecer toda vez que o PT entra em campo visando ganhar eleição , algo acontece foi assim em Pernambuco , foi assim com a atentado do Bolsonaro , agora com repercução internacional com os crimes na Amazônia e a prisão do ministro da educação , . Verdade o PT sabe fazer política ainda o Celso Daniel

    1. Sober o assassinato do Celso Daniel ele nāo gala nada…..

    2. Óbvio que Bolsonaro viabilizou a soltura de Lula ao entrar no acórdão geral para salvar a pele de sua família e a própria. Simone é a alternativa óbvia.

    3. Prezada, Tania, como sabiamente lembrou o Ney, trair-se de novo votando em Bolsonaro? Com certo receio votei- e mais grave!- convenci pessoas a votar, mesmo desconfiado dele. Mas seu discurso de erradicar o luloptismo da política me convenceu. Ao contrário ele ajudou- com um silêncio ensurdecedor, covarde, libertar o prisioneiro. Como votar nessa tranqueira que piorou este pais e ressuscitou a bandidagem! Voto nulo!

    4. Temos que ficar firmes. Não é porque Bolsonaro não se mostrou à altura do cargo que devemos abrir mão do propósito de não entregar o Brasil ao PT. Não temos mais um candidato minimamente viável para evitar a volta de Lula que não seja Bolsonaro. Então… o jeito é tapar o nariz e se só tem tu, vai tu mesmo. A responsabilidade pela volta de Lula não é de Bolsonaro. É de todo o conluio : STF/políticos corruptos / mídia esquerdista e finalmente nossa. Votar nulo não é opção inteligente. NULO É LULA

Mais notícias
Assine agora
TOPO