Pedro Ladeira/Folhapress

A truculência de Aras é inaceitável

24.05.22 17:48

Em julho de 2020, o procurador-geral da República,  Augusto Aras, bateu boca com subprocuradores-gerais durante uma sessão do Conselho Superior do Ministério Público Federal. Foi acusado por Nicolao Dino de fazer “graves afirmações em relação ao funcionamento do Ministério Público em debate de advogados”. Poucos dias antes, Augusto Aras dissera a integrantes do Prerrogativas, formado por advogados petistas, que “era preciso corrigir rumos para que o lavajatismo não perdure”. O procurador-geral afirmou que não aceitaria “ato político” em sessão destinada a discutir orçamento, o quiproquó geral se instalou e Augusto encerrou abruptamente a sessão.

Quase dois anos depois, com a Lava Jato liquidada, dentro daquela perfeita harmonia bolsopetista que domina Brasília no plano da luta contra a criminalidade do colarinho branco, Augusto Aras está cada vez mais autoritário. Hoje, depois de novo bate-boca em sessão do Conselho Superior do Ministério Público, o procurador-geral da República partiu para cima do subprocurador Nívio de Freitas, que discordou do método de eleição de membros para as Câmaras de Coordenação e Revisão do MPF — esse órgãos orientam, por exemplo, o combate à corrupção (pois é) e a defesa de direitos dos indígenas.

Discussão quente, Augusto Aras acusou Nívio de Freitas de estar causando uma “bagunça” nos trabalhos, ouviu que bagunceiro era ele e retrucou que “Vossa Excelência não é digno de respeito”. Ato contínuo, o procurador-geral levantou-se da cadeira e foi em direção ao interlocutor que, prestes a virar sparring partner, disse ao oponente que não chegasse perto. Subprocuradores e seguranças correram para segurar o procurador-geral da República e evitar a agressão física. Assista ao vídeo.

A truculência de Augusto Aras com os seus colegas de Ministério Público é inaceitável. O fato é que ele parte para a agressão –verbal e, agora, corporal –, porque lhe faltam argumentos para justificar o seu comportamento diante das revelações que se avolumam sobre as parcerias espúrias entre governo e Centrão para desviar dinheiro público, via orçamento secreto. O procurador-geral da República está lá para engavetar, não para investigar. O procurador-geral da República está lá para intimidar quem revela, não para denunciar quem comete crimes. O procurador-geral da República se comporta como um jagunço com os seus colegas, não como um líder entre iguais.

A cena vergonhosa protagonizada por Augusto Aras na sessão do Conselho Superior do Ministério Público Federal é outro exemplo de como o ambiente institucional brasileiro está degradado por elementos que nele não deveriam prosperar e muito menos estar em posições de comando. As instituições são compostas por pessoas e, quando as pessoas são dessa qualidade, também sofrem degeneração.

Lastimável.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Inimigo da lava jato é um das credenciais para duvidar da reputação deste senhor. Foi um dos protagonistas que compartilharam a destruição daquela operação. Nunca tivemos uma justiça tão sem respeito e sem confiança. O STF optou por defender a corrupção. A liberdade de um condenado corrupto por três instâncias com provas irrefutáveis, por jeitinho de regimento, é uma vergonha sem precedentes. O mérito das ações foram jogadas no lixo.

  2. O Brasil Está perdido, a própria justiça já não tem argumentos e apela para o sopapo. Em submissão ao Presidente Bolsonaro, senado aprovou sem arguição, essa anomalia de procurador, que fora a força física, não lhe resta mais nada.

  3. Pior disso que nada será feito, o senado que confirmou o mandato do engavetador bolsonaristas e tem responsabilidade fiscalizadora dobre Aras está MUDO, seria pelo rabo preso

  4. Não tem como dar certo presidentes corruptos indicarem cargos como esse. Tem que ser concurso, prova ou até "sorteio". Quem indicou esse senhor foram Toffoli e Gilmar. Em troca de que? Rachou?

  5. Quanto será que isto será corrigido,não vejo ainda possibilidades Os dois polis colaboração cada vez mais para esta situação.

  6. Eu só tenho uma pergunta para o "machão" Augusto Aras (que de Augusto não tem nada): Aras, qual o tamanho do saco do Bolsonaro?

  7. Eu tento, mas está cada vez mais difícil manter a esperança que essa gente termine na cadeia, onde é seu lugar (de alguns, há muito tempo).

    1. Delei, ainda que eu concorde que há uma crescente degeneração nas instituições da República no BR desde a entrada em cena do PT, é arriscado generalizar os atores, pelo simples fato de que, nessa condição, os corrompidos, os bandidos, se misturam aos idealistas, aos Servidores e nada se modifica. É preciso separar sempre o joio do trigo, agir contra os primeiros e apoiar aqueles que honram o esforço dos contribuintes.

  8. A degeneração é geral nas altas cortes e no judiciário em geral, nos órgãos de controle, no congresso espúrio e no executivo. O país moralmente decaiu muito.

  9. Quando um servidor público federal, nomeado para o cargo de “chefe” de um órgão de procuração de institutos estabelecidos na Constituição Nacional como a Procuradoria Geral da República, se levanta de sua imponente cadeira de encosto alto para se lançar contra um colega numa reunião decisória para impor sua “autoridade” com a pança e com o bafo é porque a caneta e os argumentos ja foram para o lixo da desmoralização e do desprezo pelos iguais. Aras está colhendo o que semeou.

    1. A falta de argumentos é que motiva tais atos. O Aras está completamente dominado pelo Bozo e pelo Centrão e também por Lula e os demais corruptos deste tão sofrido país. Ele, Lula , Bozo e o Centrão dominaram todo até acabar com a Lavajato e o Moro.

  10. A charada é simples: mais um marginal institucionalizado. A equação é que é complexa e precisamos resolver: como remover esses marginais predadores das nossas instituições já miseravelmente degradadas por eles. Ajudai matemáticos do BRASIL!!! Eu tenho cá comigo uma idéia do que isso gerará e de onde parará.

  11. Os colegas deveriam ter deixado essa atitude desse pgrzinho, que envergonha a PGR, ir às últimas consequências, para ver até onde ele é capaz de ir com sua truculência. Deveriam ter deixado ele tomar uma surra.

  12. São os “Fulaninhos” que imundam e degradam as Instituições Brasileiras… Uma vergonha o que temos ocupando cadeiras tão importantes pro crescimento da Nação 😝

  13. Fato: a violência é a falência da inteligência, algo que está em falta fora destes veículos. Mario sempre superando Mario!

  14. O ministro Gilmar Mendes se vangloriou pela atuação de Aras na liquidação da Lava-Jato, pois agora deve se solidarizar com Aras nessa sua má conduta E o Brasil descendo a ladeira.

    1. O povo está lascado! Ninguém tem mais vergonha! os bandidos querendo prender o juiz . É de fazer chorar. Lena

  15. Este é e sempre foi um petista Está na onda do STF do autoritarismo e defesa da corrupção! Seu aras cadê a lava jato! Cadê o combate à corrupção? Ao de está a moral do judiciário que só defende bandidos?

    1. Concordo plenamente, Osmar. Você só esqueceu de fazer as mesmas perguntas ao nosso "ilustríssimo ", "magnânimo", "honrado" e "honesto" presidente. Nem bozo, nem luladrão.

  16. Aí está a prova inconteste. A maneira de nomear Ministros de Instâncias Superiores tem que mudar. E mudar radicalmente. A começar por uma série de filtros para evitar que postulantes da estirpe de Gilmar Mendes, Toffoli, Lewandowski, Aras , etc entrem na disputa.

    1. Infelizmente, Hipócrates, isso nunca acontecerá, pois depende dos salafrários que temos no congresso. Brasil, o país do sem futuro.

  17. Autoritarismo evolui rápido para truculência. Quem não tem competência e educação não se estabelece.

  18. É preciso corrigir os rumos para que pessoas despreparadas e mal intencionadas perdurem no serviço público.

  19. vale para um prato, vale para um pais: como produzir algo de primeira, com ingredientes de quinta categoria???? como nação nunca fomos grande coisa, mas, tambem, nunca haviamos descido a tão baixo nível........

  20. Hipocrisia total. As instituições estão se desmanchando. Só os P's de sempre sentem a mão do Estado de direito (minúsculo mesmo). O país não cresce. A desigualdade só aumenta. Esses agentes públicos se sentem integrantes da elite da Faria Lima. Enfim, dias piores virão. Ah, parabéns Mário. Os imbecis de sempre estão criticando, mas não ligue, os neurônios dessa gente são uma mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia.

  21. Inaceitável com certeza ! Mas de acordo com o figurino grotesco e truculento do capetão e seguidores . Imagino como será tê-lo como PGR quando Bolsonaro sair derrotado até novo governo destituí-lo . E o clima que encontrará entre os colegas de carreira ...

  22. Fomos enganados por Bolsonaro, colocar na PGR um cara desses que uma das missões era acabar com a Lava Jato. É agora mostrando todo o seu despreparo parte para dar um murro em um colega de MP, triste.

  23. Um antigo compositor, salvo engano Gordurinha ou Jackson do Pandeiro, dizia que "baiano burro, garanto que nasce morto". É o caso do Aras, ao colocar um peso morto para impedir a continuidade da Lava Jato. O compositor tem razão.

  24. É isto que dá, quando o Estado é aparelhado por asseclas e gente que não se dá ao respeito. Hoje, estamos aparelhados por Bolsonarista de toda estirpe. Gente que confunde a quem serve. Ou proposital, muitos não estão a serviço do Estado e sim, a um Governo da hora. Viraram uma verdadeira coluna gestapo bolsonarista. Gente que se esquece, que tudo tem um outro lado, como uma moeda. Um lado certo e outro do errado. Portanto, lá para frente um dedo sujo vai apontar para estes páreas.

  25. Como ele botou um peso morto nos processos da Lava Jato, é oportuno lembrar uma antiga música, salvo engano cantada por Jackson do Pandeiro ou Gordurinha, que diz que "baiano burro, garanto que nasce morto"

  26. Lamentavel! Tb, foi escolhido por quem? E ainda mais, referendado pelo Senado… uma vergonha! O Brasil não tem mais jeito! Chega, cansei! Agora 1o eu e depois o resto!

  27. ele defende a liberdade de agressão... simplesmente ridículo tal atitude... deve ter uma possibilidade de ser tirado do cargo...

    1. Serviçal e capacho do bozo, envergonha o Ministério Público

  28. Infelizmente não temos mais Ministério Público Federal respeitável. Um órgão que já foi muito importante para o Brasil. Com certeza o pior PGR desde a criação do órgão.

  29. Oba!!! Não circo do Aras começou a pegar fogo. Pois é Sabino, quando vemos os bolsominions usando palavras de baixo calão aqui no Antagonista e na Crusoé é óbvio que também faltam argumentos. E são adestrados pelo Bozo,

  30. Muito triste ver uma instituição tão relevante como o ministério público está sendo comandada por este senhor. Não está digno do cargo.

    1. Falou e disse. Concordo totalmente com você.

Mais notícias
Assine agora
TOPO