Adriano Machado/CrusoéRoberto Jefferson foi traído pela pupila que ele deixou no comando do partido

Guerra na base

A acusação de que o PTB estava sendo ‘negociado’ com o PL destampa a podridão escondida sob a disputa pelo comando de um dos principais partidos aliados do governo
04.02.22

Na quarta-feira, 2, Crusoé expôs os bastidores de um partido em chamas. Com exclusividade, revelou que o PTB, uma das principais legendas da base do governo e peça fundamental do projeto reeleitoral de Jair Bolsonaro, está em pé de guerra numa crise que opõe o dono da legenda, Roberto Jefferson, e Graciela Nienov, pupila que ele próprio havia guindado à presidência do diretório nacional, mas que estaria tramando pelas suas costas para isolá-lo depois de ele ter sido preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. O capítulo mais grave da trama revelada dizia que, no meio do tiroteio, Graciela é  acusada de participar de uma negociata para “vender” o PTB a Valdemar Costa Neto, chefão do PL, por 30 milhões de reais.

A acusação de que o partido estava sendo negociado com o PL não apenas desnuda os podres por trás da disputa pelo comando da legenda como é potencialmente devastadora para o governo Jair Bolsonaro e para o seu projeto de se manter no poder por mais quatro anos. Uma briga dessa monta na base não é nada saudável. Apesar de ter devotado confiança a Bolsonaro no episódio atual –  o presidente chegou a receber Graciela no Palácio do Planalto em 11 de janeiro, um dia antes de a dirigente se encontrar com Valdemar –, Jefferson usa a seu favor o fato de ter se notabilizado como um político que não convém ter na trincheira oposta. Seu comportamento explosivo ficou nacionalmente conhecido durante o mensalão, quando, abandonado à própria sorte pelo PT, resolveu detonar o escândalo que engolfou o governo Lula. Valdemar, por sua vez, também é uma figura temida nos bastidores. Visto como cumpridor de acordos e exímio estrategista, multiplicou a bancada do PL no Senado, robusteceu a da Câmara dos Deputados, cooptando políticos de outras legendas, e levou para o seu partido o presidente, os seus filhos 01 e 03, Flávio e Eduardo Bolsonaro, e alguns de seus principais aliados.

Para Jefferson, as articulações para a incorporação do PTB ao PL teriam o propósito de esvaziá-lo politicamente, fazendo-o perder peso e representatividade nas negociações da campanha à reeleição de Bolsonaro. Graciela Nienov nega que estivesse negociando o partido com Valdemar e diz que processará os acusadores. “É mentira que qualquer representante da nova gestão do PTB tenha tentado vender o partido. As informações sobre suposta negociação são falsas, absurdas e irresponsáveis. Servem apenas para tumultuar o ambiente interno”, afirma.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéValdemar, a quem Jefferson chama de “galinho mutuca”: inimizade figadal desde o mensalão
O clima nos bastidores entre os caciques já era pesado – Jefferson e Valdemar não se aturam desde o mensalão, mas a situação de lá para cá só se agravou. O presidente de honra do PTB há tempos chama seu arqui-inimigo do PL de “galinho mutuca”, como são conhecidos os  galos de rinha que fogem da briga. “Chama para a briga e depois não aguenta. Acha que vai voar alto, mas nunca consegue“, diz. Durante um discurso no sábado, 29, em meio a uma convenção estadual do PL, Valdemar, por sua vez, se referiu a Jefferson como alguém que “vive do fundo partidário”.

Cotado para assumir a presidência nacional do PTB no lugar de Graciela Nienov, Marcus Vinicius Ferreira, conhecido como “Neskau”, promete apaziguar os ânimos. Ele é o atual presidente do PTB fluminense. “Vou atuar para pacificar essa situaçãoComo aliados do presidente Bolsonaro, vamos ter que sentar na mesma mesa e nos aturar”, disse Marcus Vinicius, que é próximo de Flávio Bolsonaro.

Conforme Crusoé também revelou na quarta-feira, 2, para além da acusação de que PTB estava sendo negociado com o PL, pesam sobre Graciela Nienov suspeitas de malversação de recursos do caixa do PTB. Nesta semana, a disputa interna virou caso de polícia. Como Graciela resiste a deixar a presidência do PTB, na segunda-feira, aliados de Roberto Jefferson foram à sede do partido para formalizar a destituição, mas a iniciativa acabou na delegacia: em uma queixa prestada na Polícia Civil de Brasília, ela sustentou que está sendo “intimidada” a renunciar. Antes de registrar queixa, Graciela teria chegado a fazer um acordo com o grupo de Jefferson. Toparia deixar o posto desde que ela e seus aliados mais próximos recebessem os pagamentos a que tinham direito pelos serviços prestados no partido. Horas depois, voltou atrás e disse que ficaria na presidência da legenda.

PTB MulherPTB MulherGraciela Nienov nega as acusações e diz que vai seguir à frente do partido
Há uma tentativa de que parte do imbróglio comece a ser resolvido oficialmente no próximo dia 11, data marcada por aliados de Roberto Jefferson para a realização de uma convenção destinada a eleger a nova direção nacional do partido. Segundo a “ala robertista”, Graciela Nienov foi automaticamente afastada nesta quarta-feira, 2, após um movimento de quadros ligados ao presidente de honra do PTB, que, ao renunciarem a seus postos no diretório nacional, teriam levado à dissolução de toda a executiva – essa dissolução teria ocorrido porque mais da metade do colegiado assinou a renúncia.

A questão, porém, não é pacífica. Graciela promete não deixar barato e diz que permanece no posto, uma vez que foi eleita pela convenção nacional, dentro das regras estabelecidas no estatuto. “Trata-se de um ato jurídico perfeito que não pode ser anulado com bravatas, ameaças, fake news e conspiratas clandestinas.  A presidência do PTB entende que o desencontro de informações nos últimos dias provocou insatisfação em alguns setores, mas espera que as divergências sejam superadas num ambiente de respeito e cooperação”, diz.

Outra mudança que poderá ocorrer no PTB é de ordem familiar. Jefferson e a filha Cristiane Brasil, ex-deputada federal e integrante do diretório nacional, estavam sem se falar desde 6 de setembro do ano passado, quando ela criticou o pai justamente pelo apoio a Graciela Nienov. Agora, com Graciela na linha de tiro do cacique do PTB, uma conversa entre ambos deve ocorrer em breve. Se for realmente selada a reconciliação entre pai e filha, será o único resquício de paz no conturbado partido que é um dos aliados mais fiéis do governo Bolsonaro.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA ASSINANDO O COMBO

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Estes vagabundos donos de partido politico, a maior mamata do mundo em que os congressistas se apropriam dos recursos do povo pobre deste Brasil num montante de 7 bilhoes hoje, e em 2026 podera dobrar, pois eles metem a mao como querem e sem nossa autorizacao garantem que ficam milionarios eles e as geracoes pos eles para sempre, e o povo quietinho pra ganhar bombom ou seja, como disse o Luladrao, da a cada um idiota do povo 10 contos e ele faz uma festa. Canalhas fdp. MORO PRESIDENTE ja.

  2. Os fundos partidários e eleitoral milionários tornaram partidos políticos no BR, que já não tremulavam bandeiras ideológicas, em organizações assistencialistas para privilegiados suspeitos de má utilização de recursos patrocinados pelos contribuintes. Dentre esses partidos, o PTB e o PV parecem ter no comando os mais “competentes” manipuladores da política brasileira depois do Jararaca e sua OCRIM da bandeira vermelha. Nessa disputa quem sempre sai perdendo é o pagador de impostos.

  3. Uma Reforma Eleitoral séria no Brasil deverá começar pela exigência de coerência no nome do partido. O que tem o PTB de trabalhista? E o PT dos trabalhadores? Este se revelou, no governo, sendo o PEB-Partido das Empreiteiras e dos Banqueiros. Namastê!

  4. FOLHETIM MORNO ATACANDO, uma mulherzinha metida a política traindo todos e ao próprio mentor dela. E o folhetim morno inflando sem provas. Irresponsáveis.

    1. A única coisa que te afetou, foi ser um mulher a confrontar políticos execráveis, mesmo não sendo pelos motivos mais nobres. não passa de um comentário machista

    2. Esse post parece conversa de doido. Tudo sem pé nem cabeça.

  5. De onde viriam os 30 milhões. Será que o BNDES bolsonarista, faz empréstimo para compra de partido? 🤔 Cons-Ciência, Moro 🇧🇷.

  6. É esse tipo de gente que não aceita a candidatura de Moro. Diz um ditado, não sei a origem, que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão, resumindo: só mudou a mosca, o estrume é o mesmo.

    1. A senhora está bem informada, continua lendo Oantagonista.😁😃🤣😂🐁

  7. Valdemar diz que Bob Jeff "vive de fundo partidário" em tom de crítica? Que tempos... ladrões criticando uns aos outros devido ao seu objeto de espoliação... Valdemar se acha melhor porque "vive de orçamento secreto", por exemplo?

  8. MEU LIVRO “O INROTULÁVEL”. Link de acesso: https://www.amazon.com.br/dp/B09HP2F1QS/ref=cm_sw_r_wa_awdo_PQSA5Z6AXXH2SX16NH87 ..............................................……… os EXEMPLOS EXECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  9. no país da podridão política queriam o que? ora senhores apontem um único partido limpo neste país? o sistema é feitio para a corrupção para o compadrio para o achaque à nação refém da politicalha ladravaz cínica criminosa os fatos provam com dura clareza e exceções são raras ... por que não há eleição de independentes neste país? porque as quadrilhas não permitem esta a verdade ... o Brasil tão cedo não sai do lixo.

  10. A que ponto chega a indecência desses partidos! Vender um partido por dinheiro, enquanto o fundador está preso. Como se elegem essas pessoas? Com votos de gente que de alguma maneira compactua com tudo isso, querendo levar alguma vantagem pessoal, privada, em detrimento do interesse coletivo . Coitado do Brasil. Se , por caso, Bolsonaro ganhar essa eleição, o que é improvável, mas não impossível, acho que o Brasil afunda de vez, pois seremos uma maioria de gente indecente e canalhada . Aí de nós

    1. É essa gente que impera no país.E opera a política mais suja e deprimente que temos visto. E nós ,nem índios somos mais.

Mais notícias
Assine agora
TOPO